Gerês 200 @ 2022

Atualizado: 2022/05/19

Entre a natureza e a tradição…

Por dentro do Brevet…

Coração dos Lenços de Namorados de Vila Verde, coração das filigranas de Póvoa do Lanhoso, coração de um percurso intermédio que sobe ao Gerês.

É este o Gerês 200, com base na Cruz Vermelha de Marinhas, núcleo dos brevets do Minho e que tão bem nos tem acolhido.

Percurso com saída para sul, pela N13 passando o Rio Cávado e virando à esquerda logo depois de Fão, procurando a N205 nos levará para nascente até Barcelos(inhos) e mais à frente. Segunda passagem do rio, desta vez para norte, seguindo até Amares. Está na altura da primeira paragem, complementando o pequeno-almoço.

Nova passagem do Cávado, sempre presente, aproveitando para admirar a velha Ponte do Porto. Da cota do rio, há que subir procurando o alto do castelo da Póvoa de Lanhoso. A rotunda na N103 homenageia as contas de Viana e as hábeis mãos dos artesãos que por estes lados as vão decorando.

Passada a vila, a estrada vai deixando entrever pequenos planos do Rio Ave, ainda sem poluição, aproximando-se à Barragem do Ermal.

Segundo posto de controlo em Celeiros, terra pequena mas que vai fornecer o reforço alimentar que nos permitirá abordar as subidas que se aproximam.

Tempo de virar a norte, pela N304, passando Vieira do Minho, a N103 e descendo novamente ao Cávado, sobre a Barragem da Caniçada.

Devagar agora que vamos subir. Cuidado ao passar por S. Bento da Porta Aberta, sempre cheio de devotos carregando as merendas do passeio de sábado. A subida continua e começam a aparecer sinais da Geira Romana. E a subida que não acaba.

Novo posto de controlo no parque de campismo da Cerdeira, apropriado para uma sesta, se tivermos o tempo controlado.

A estrada agora desce, mas só até à barragem de Vilarinho das Furnas. Passado o dique, os mais afoitos poderão fazer um pequeno desvio por estradão, até à aldeia fantasma. Para os outros, uma má notícia: afinal a subida não tinha acabado. Ainda falta chegar a Brufe. Só depois uma descida vertiginosa nos levará além de Terras de Bouro, até à N308, por Vila Verde (aqui, o track inclui um pequeno desvio para os antros do chocolate e da cerveja artesanal).

Continuando, o acumulado vai-se acumulando: Portela das Cabras e Freixo, para chegar a Barroselas, agora já no litoral, quase de regresso mas com tempo para um novo posto de controlo.

Em Vila de Punhe um pequeno atalho vai-nos levar por Alvarães até à proximidade de Neiva, onde colhemos a N13, caminho já conhecido de outras andanças…

Data limite de inscrição | 16 de maio de 2022

Vagas neste momento | 0

Data e hora de realização | 21 de maio de 2022 / 07:00

Loading Map....

Cue sheet | Entregue aos Randonneurs inscritos no Brevet

Localização dos postos de controlo | Marinhas, Amares, Celeiro, Cerdeirinhas, Vila de Punhe

Tempo limite | 13 horas e 30 minutos

Encerramento do posto de controlo de chegada | 20:30 | 21 de maio de 2022

BASE

10Base
  • Cue sheet
  • Track de GPS
  • Cartão de percurso

MAIS

20Mais
  • INCLUI BASE MAIS:
  • Medalha personalizada do Audax Club Parisen

Inscrição

Brevet lotado, workers ride ou as inscrições ainda não estão/já não estão disponíveis