Alto Minho 200 @ 2020

Atualizado: 2020-03-11

Alto Minho em verde intenso

Por dentro do Brevet…

O Alto Minho em verde intenso, com início no concelho de Esposende e cruzando o centro das vilas de Ponte de Lima, Ponte da Barca, Arcos de Valdevez, Monção, Valença e Caminha, percorrendo muitos dos concelhos do distrito de Viana do Castelo. No Alto Minho, escoltando os rios Lima, Vez, Minho e Coura.

Folha de percurso, cartão de controlo, luzes, colete refletor… tudo verificado… e a viagem pode iniciar-se, na Delegação da Cruz Vermelha de Marinhas.

Posicionados na EN13, por onde saímos virados a norte, com os primeiros sete quilómetros comuns à ida e à volta, passando o rio Neiva e continuando quase até às portas de Viana do Castelo, em Darque. Na rotunda, virar a nascente, com o rio Lima à esquerda, EN203 acima, até ao centro de Ponte de Lima, onde chegamos ao primeiro posto de controlo, junto ao chafariz do largo de Camões e à ponte que batiza a vila, percorridos quase 40km. Os menos apressados podem fazer uma pausa para uma sessão fotográfica.

Ainda na mesma estrada, seguimos para Ponte da Barca, não esquecendo de apreciar a igreja românica de Bravães, a meio caminho. Chegados àquela vila, cruzamos o rio Lima pela velha ponte, com trânsito alternado, e prosseguimos pela EN101 para Arcos de Valdevez, já no vale do rio com o mesmo nome.

Continuando para norte até ao cruzamento onde uma seta castanha com indicação de ponte medieval nos irá levar para a margem esquerda do rio, tomando depois a EN202-2. Uma das estradas mais bonitas que iremos percorrer neste “brevet”, subindo o vale, plena de quadros deslumbrantes que nos assaltam a cada curva, até atingir os socalcos de Sistelo. Mais à frente, depois do gancho que cruza o rio e de uma subida empinadita, chegamos ao segundo posto de controlo, no alto da Portela do Alvite… e já se foram 80km.

A estrada, que entretanto mudou de designação, irá levar-nos para norte, abandonando a bacia do rio Lima e passando para a do Minho, até ao centro de Monção e ao terceiro posto de controlo, mesmo a meio do percurso.

Tempo de virar a poente, retomando a EN101, num sobe e desce pela margem esquerda do Minho, até Valença, onde os mais folgados poderão fazer um desvio para visitar a fortaleza. Reencontramos momentaneamente a EN13, nossa conhecida, que nos levará para sul mas, pouco depois, na rotunda de S. Pedro da Torre, há que rodar à esquerda saindo desta estrada para colher a EN201. Hora de forçar novamente os músculos das pernas até ao terceiro posto de controlo, no Café Bom Retiro em Rubiães, a tocar os 140km.

Agora, mais do que nunca, é altura de estar atento à navegação: dois quilómetros à frente, uma saída para a direita conduz-nos pela EN301, outra estrada que justifica o “brevet”, sempre com vista para o rio Coura, até à foz em Caminha. Na Pastelaria Caminhense aguarda-nos o penúltimo registo no cartão de percurso, com quase 170km percorridos.

Retomada novamente a EN13 faltam pouco mais de 40km para concluir a viagem, agora com o mar à direita. Moledo, Vila Praia de Âncora, Afife, Viana do Castelo… Tempo de cruzar novamente o Lima, desta vez para sul, sobre o tabuleiro superior da velha Ponte Eiffel. Um atalho por Castelo do Neiva e, novamente em Marinhas, damos por concluída a jornada.

Falta apenas devolver o cartão de percurso com a hora de chegada registada e estampar o carimbo que comprova a tarefa cumprida.

Data limite de inscrição | 21 de março de 2020

Vagas neste momento | 0

Data e hora de realização | 28 de março de 2020 / 07:30

Loading Map....

Cue sheet | Entregue aos Randonneurs inscritos no Brevet

Localização dos postos de controlo | Marinhas, Ponte de Lima, Sistelo (miradouro), Monção, Rubiães, Caminha

Percurso ilustrativo

Tempo limite | 13 horas e 30 minutos

Encerramento do posto de controlo de chegada | 21:00

BASE

10Base
  • Cue sheet
  • Track de GPS
  • Cartão de percurso

MAIS

20Mais
  • INCLUI BASE MAIS:
  • Medalha personalizada do Audax Club Parisen